DengueTech
x
Por: Denguetech
Você provavelmente se interessou em saber o que é arbovirose depois de ouvir notícias da primeira morte confirmada em 2019 no Brasil, certo? Principalmente se essas notícias têm a ver como o nosso velho conhecido mosquito da dengue. Então, saiba já o que é o arbovírus e como se prevenir.

Você provavelmente se interessou em saber o que é arbovirose depois de ouvir notícias da primeira morte confirmada em 2019 no Brasil, certo? E tudo que está relacionado a epidemias, doenças de verão, mosquitos e vírus, a gente já coloca no nosso radar de atenção. Principalmente se essas notícias têm a ver como o nosso velho conhecido mosquito da dengue, que volta a nos assombrar a todo verão.

Em janeiro de 2019, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou a primeira morte por arbovirose em Pernambuco, em boletim epidemiológico divulgado. O caso é de um homem de 46 anos, de Ipojuca, que faleceu no último dia 8 de janeiro. Por enquanto, a investigação está sendo realizada para as três arboviroses mais comuns no Brasil, Zika, Chikungunya e Dengue.

Muitas dessas doenças causadas por arbovírus podem levar à morte. Então, todo cuidado é pouco. Explicamos melhor sobre isso e também listamos alguns exemplos para que você proteja a sua casa e viva longe do mosquito Aedes aegypti.

O que é arbovirose?

São as doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, zika vírus, febre chikungunya e febre amarela. A classificação “arbovírus” engloba todos aqueles transmitidos por artrópodes, ou seja, insetos e aracnídeos (como aranhas e carrapatos). O nome vem da expressão inglesa ARthropod BOrne VIRUSES.

O que é arbovírus?

Um arbovírus é um vírus que é essencialmente transmitido por mosquitos hematófogos (que se alimentam de sangue). É muito comum que os primeiros hospedeiros sejam animais silvestres (lembra dos casos de febre amarela em macacos?). Os mosquitos picam humanos ou animais infectados e transmitem o arbovírus após alguns dias pela picada em humanos sadios. É bom lembrar que os animais ou humanos picados não nos transmitem a doença. Apenas os mosquitos infectados pela ingestão do sangue de alguém com vírus vai transmitir a doença.

Exemplos de arbovírus:

– Vírus da Dengue

É o mais conhecido, causador da dengue, transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti. Só em 2018, foram registradas 155 mortes e 174.724 casos confirmados de dengue no Brasil, segundo boletim do Ministério da Saúde.

– Zika Vírus

Transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. É o causador da arbovirose conhecida como Febre Zika, que contabilizou 3.984 casos confirmados em 2018, com a região Sudeste apresentando o maior número de casos.

– Vírus da Febre Chikungunya

Também transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. É o causador da arbovirose conhecida como Febre Chikungunya. Em 2018, o Ministério da Saúde confirmou 39 óbitos por Chikungunya e 68.962 casos confirmados.

– Vírus da Febre Amarela

Transmitido pela picada dos mosquitos Aedes aegypti, é o causador da arbovirose conhecida como Febre Amarela, um dos assuntos mais falados no ano passado. Só em São Paulo, foram 503 casos confirmados e 176 mortes pela doença em 2018. Este ano, o estado já confirmou outras três mortes.  

Além dessas 4 arboviroses já bastante conhecidas no Brasil, há notícias de circulação de mais 4 tipos no país, ao longo das últimas décadas, com surtos localizados. Hoje já se conhecem mais 15 outras doenças desse tipo que o Aedes pode transmitir.

Sintomas de arboviroses

O que torna essas doenças tão perigosas é que elas têm muitas coisas em comum: desde os sintomas, vetor (transmissor), diagnóstico, tratamentos e sequelas. Mas também têm em comum a forma de prevenção, já que eliminando o mosquito Aedes aegypti, reduzimos muito a propagação das doenças.

Você pode ler mais sobre os sintomas, tratamentos e sequelas aqui no blog de DengueTech, bem como muitas dicas para deixar sua casa livre do mosquito e das arboviroses.